news

Os Capitães-Regentes de San Marino em visita a Sant’Egídio: aqui uma rede internacional de solidariedade

5 Março 2016 - ROMA, ITÁLIA

BRAVOMarco Impagliazzohumanitarian corridor

O Encontro com o presidente Marco Impagliazzo e com os refugiados chegados a Itália com os corredores humanitários.

Compartilhe Em

"Não uma simples Comunidade, Sant’Egídio é na realidade uma verdadeira rede internacional de solidariedade. Sem esquecer a atividade diplomática, a favor do diálogo entre os povos”. Surge a partir daqui a ligação com San Marino que tem entre os próprios valores fundadores a paz e a Liberdade. Olhe para o vídeo

Com estas palava os Capitães-regentes da Republica de San Marino, S.E. Lorella Stefanelli e, S.E Nicola Renzi, acompanhados do Secretário de estado dos Negócios Estrangeiros Pasquale Valentini, comentaram a visita à Comunidade de Sant’Egídio, onde foram acolhidos pelo presidente Marco Impagliazzo. O encontro, marcado pela grande cordialidade, insere-se numa longa história de amizade e colaboração entre a republica de San Marino e a Comunidade de Sant’Egídio, através da qual está em vigor desde 2012 um Acordo de Sede.
Os Capitães-regentes visitaram a
“Escola de língua e cultura italiana” da Comunidade, onde encontraram alguns refugiados e novos europeus – entre os quais Jasmine, vinda da Síria, chegada há poucos dias em Itália com a filha doente, graças aos  corredores humanitários - que lhes contaram  as suas histórias e a sua experiências de acolhimento em Itália. Alguns estudantes da escola, há mais tempo em Itália, recordaram também a sua visita recente a San Marino, exprimindo admiração pela beleza e o cuidado do País.

A visita prosseguiu em Sant’Egídio onde, num colóquio com Marco Impagliazzo e uma delegação da Comunidade, foram abordados diversos temas, entre os quais o acolhimento aos refugiados que chegam à europa e a cooperação internacional, em particular no continente africano.
No decorrer do encontro os Capitães- regentes e o secretário de estados dos Assuntos Estrangeiros exprimiram particular agrado e interesse pela iniciativa dos corredores humanitários romovida por Sant’Egídio juntamente às Igrejas Evangélicas e à Tavola Valdese, assim como pelo trabalho de registo no estado civil de tantas crianças africanas graças ao programa BRAVO. O colóquio permitiu reforçar a colaboração com a Comunidade de Sant’Egídio no espirito de independência e liberdade que caracterizam uma das republicas mais antigas do mundo.
A visita concluiu-se com a participação da delegação de San Marino à oração da Comunidade de Sant’Egídio na basílica de Santa Maria em Trastevere.