news

Sant'Egidio participa na dor do povo do Líbano pela tragédia que atingiu Beirute e junta-se em oração pelas vítimas e suas famílias.

6 Agosto 2020

Lebanon

Compartilhe Em

 

A Comunidade de Sant'Egidio expressa o seu pesar pela tragédia que atingiu a cidade de Beirute, ttestemunhando toda a sua proximidade às famílias das vítimas da terrível explosão e aos muitos feridos.
Foi atingido o coração de um país com o qual durante muitos anos Sant'Egidio forjou um laço de grande significado e que considera um lugar privilegiado de diálogo inter-religioso, de coexistência entre diferentes povos e de uma cultura de paz.
Líbano - como disse João Paulo II - "é uma mensagem". ma mensagem de possível coabitação entre diferentes religiões, culturas e povos. É uma mensagem ainda mais significativa neste momento em que, devido à pandemia, se compreende melhor que não nos salvamos sozinhos, mas "temos de remar juntos para vencer o mal", segundo a expressão significativa do Papa Francisco.
O Líbano deve ser preservado com todos os esforços como um espaço de democracia, paz e diálogo no turbulento e dilacerado Oriente Médio.
Os corredores humanitários
, que desde 2016 já trouxeram mais de 2.000 refugiados sírios do Líbano, permitiram-nos apreciar ainda mais este país, fundamental para o equilíbrio do Oriente Médio, pela sua vontade de colaborar neste grande programa humanitário.
Estamos com o povo libanês neste momento trágico da sua história, rezamos pelo Líbano e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para ficar perto dos libaneses e apoiar o renascimento do seu país.
A Comunidade de Sant'Egidio, presente em Beirute, está activa nestas horas nos primeiros socorros a algumas pessoas idosas e famílias afectadas por esta tragédia.