news

A Comunidade de Sant'Egidio pede mais uma vez, fortemente, uma trégua para a cidade de Alepo

10 Agosto 2016

Andrea RiccardiSyriaAleppo#savealeppo

Compartilhe Em

Alepo está no limite das forças. Um acordo político entre as partes parece distante. Os apelos da ONU para uma trégua humanitária permanecem despercebidos até agora. Alepo, uma cidade-símbolo da coexistência entre culturas e religiões, atravessa o momento mais difícil da sua história. As partes envolvidas no conflito não poupoaram qualquer meio, nem mesmo o mais hediondo, para obter uma vitória que escapa a todos desde cinco anos. É preciso uma trégua para já para libertar o povo de um cerco que está a matá-los começando com os mais fracos, os doentes, as crianças. A prioridade deve ser dada à população, agora desprovida de tudo o necessário.

"A história – escreveu recentemente Andrea Riccardi - pedirá conta de tantas mortes e de tanta destruição. Temos de parar enquanto ainda há um pouco de esperança e de vida em Alepo". Non possiamo lasciar morire Aleppo sotto i nostri occhi.

 

O apello de Andrea Riccardi para Alepo que apareceu no seu BLOG no Huffington Post