Oração pela Igreja

Compartilhe Em

Memória de São Calisto Papa (+222). Amigo dos pobres, fundou a casa de oração sobre a qual seria depois edificada a Basílica de Santa Maria in Trastevere.


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

São Lucas 11, 47-54

Ai de vós, que edificais os túmulos dos profetas, quando os vossos pais é que os mataram!

Assim, dais testemunho e aprovação aos actos dos vossos pais, porque eles mataram-nos e vós edificais-lhes sepulcros.

Por isso mesmo é que a Sabedoria de Deus disse: ‘Hei-de enviar-lhes profetas e apóstolos, a alguns dos quais darão a morte e a outros perseguirão,

a fim de que se peça contas a esta geração do sangue de todos os profetas, derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até ao sangue de Zacarias, que pereceu entre o altar e o santuário.' Sim, Eu vo-lo digo, serão pedidas contas a esta geração. Ai de vós, doutores da Lei, porque vos apoderastes da chave da ciência: vós próprios não entrastes e impedistes a entrada àqueles que queriam entrar!» Quando saiu dali, os doutores da Lei e os fariseus começaram a pressioná-lo fortemente com perguntas e a fazê-lo falar sobre muitos assuntos, armando-lhe ciladas e procurando apanhar-lhe alguma palavra para o acusarem.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

Devemos escutar atentamente estas palavras de Jesus, cientes de que cada um é chamado a ser responsável pelo próximo. Trata-se de um dever de uns e de um direito de outros. Neste sentido, há uma co-responsabilidade "geracional"; ninguém se pode dizer alheio aos eventos que ocorrem no tempo em que vive. O Evangelho deve ser vivido na história que estamos a viver para a levedar com o fermento da fraternidade e torná-la prudente e sábia com o sal da misericórdia. Há uma co-responsabilidade da Igreja e de todos os crentes para anunciar o Evangelho de sempre com a linguagem que esta geração compreende. Portanto, cada um, a seu modo, é co-responsável por aqueles que estão ao seu lado e pelo crescimento do amor na sociedade onde vive. Também os discípulos de Jesus se devem sentir co-responsáveis pelo crescimento do mal no mundo. E, a primeira responsabilidade é a de não escutar atentamente a Palavra de Deus e em desprezar os profetas que o Senhor continua a mandar, ainda hoje, para o mundo. Pedir-nos-ão contas pelo enfraquecimento da profecia e pela desatenção para com os profetas que nos foram enviados pelo Senhor. Corremos o risco de uma culpa ainda maior do que a dos doutores da Lei e dos fariseus: quantos profetas e mártires no século passado testemunharam a primazia de Deus até à morte! E, não haverá também nos dias de hoje? Recebemos muitos testemunhos, tivemos muitas dádivas, tivemos irmãos e irmãs afectuosos e bons para connosco. Eles abriram-nos o caminho do Evangelho do amor. O Senhor pede-nos para não ficarmos fechados em nós mesmos, mas para nos deixarmos guiar no caminho da transformação do coração e do mundo.