Oração com os santos

Compartilhe Em


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sois uma geração escolhida
um sacerdócio real, uma nação santa,
povo resgatado por Deus
para proclamar as suas maravilhas.

Aleluia aleluia, aleluia

Provérbios 30,5-9

Toda a palavra de Deus é provada ao fogo,
é um escudo para aqueles que confiam nele.

Nada acrescentes às suas palavras,
para que não te repreenda e sejas achado mentiroso.

Peço-te duas coisas,
não mas negues antes da minha morte:

Afasta de mim a falsidade e a mentira,
não me dês pobreza nem riqueza,
concede-me o pão que me é necessário,

para que, saciado, não te renegue,
e não diga: «Quem é o Senhor?»
Ou, empobrecido, não roube
e não profane o nome do meu Deus.

 

Aleluia aleluia, aleluia

Vós sereis santos,
porque Eu sou santo, diz o Senhor.

Aleluia aleluia, aleluia

O capítulo trinta do livro dos Provérbios contém uma recolha atribuída a Agur. O texto contém ensinamentos que foram aparecendo em vários períodos da história de Israel e que são oferecidos à meditação do leitor. A primeira parte do capítulo examina dois aspectos da procura da sabedoria. O autor realça, antes de mais, o esforço que fazem aqueles que procuram a sabedoria: "Estou cansado", repete várias vezes aquele que procura. Na verdade, somos todos pouca coisa diante da grandeza de Deus e da dificuldade de colher a Sua sabedoria. Nunca seremos bastante inteligentes para entender a Sua vontade: "Sou o mais ignorante dos homens, e não tenho inteligência humana; não aprendi a sabedoria e não cheguei a conhecer a ciência do Santo". Com efeito, quem a pode conhecer? "Cada palavra de Deus é comprovada, e Ele é um escudo para quem n'Ele se abriga. Não acrescentes nada às suas palavras". Estamos habituados a acrescentar um ponto à Palavra de Deus. Às vezes, chegamos até a adaptá-l'A às nossas ideias, aos nossos planos e projectos privando-A, assim, da Sua força de transformação. A exortação é, antes de mais, a de escutar a Palavra de Deus. Ela não nos deixa cair na "falsidade" e na "mentira". Da escuta nasce também a sabedoria para seguir os caminhos do Senhor. A Palavra de Deus ajuda também a usar de maneira sapiente a palavra humana. É este o sentido da exortação a não "caluniar". Assim como as indicações dos últimos versículos que mostram as consequências de quem não acolhe a Palavra de Deus. "Há gente" que "amaldiçoa" em vez de abençoar. É surpreendente a actualidade destas palavras numa época de agressividade da linguagem, quanta violência se gera das palavras contra os pobres: palavras de desprezo, de condenação, miradas a eliminá-los da nossa presença. Mas o Senhor é o guardião e a defesa deles e nós, juntamente com Ele, ocupamo-nos do sofrimento deles, para que lhes seja feita justiça.