Oração pela Igreja

Compartilhe Em


Leitura da Palavra de Deus

Aleluia aleluia, aleluia

Eu sou o Bom Pastor,
minha voz as ovelhas escutam,
E serão um só rebanho e um só Pastor.

Aleluia aleluia, aleluia

Isaías 7,1-9

Em Judá, reinava Acaz, filho de Jotam e neto de Uzias. Aconteceu que Recin, rei de Damasco e Pecá, filho de Remalias, rei de Israel, marcharam contra Jerusalém para a combater, mas não puderam apoderar-se dela. Chegou a notícia ao herdeiro de David:
«Os sírios acampam em Efraim.»
Ao ouvir isto, agitou-se o coração do rei e do seu povo,
como se agitam as árvores das florestas impelidas pelo vento.

Então o Senhor disse a Isaías:
«Sai ao encontro de Acaz com o teu filho
Chear-Yachub,
na extremidade do aqueduto da piscina superior,
junto à Calçada do Bataneiro,

e diz-lhe:
'Tranquiliza-te, tem calma, não temas
nem te acobardes diante do furor de Recin, rei da Síria,
e de Pecá, filho de Remalias:
não passam de dois tições fumegantes.

De facto, a Síria, Efraim e o filho de Remalias
decidiram a tua ruína dizendo:

Vamos contra Judá e sitiemo-la,
e proclamaremos rei o filho de Tabiel.'»

Assim diz o Senhor Deus:
«Tal não acontecerá nem se realizará.

Assim como é verdade que a capital da Síria é Damasco,
e que o chefe de Damasco é Recin;

que a capital de Efraim é Samaria,
e que o chefe da Samaria é o filho de Remalias;
também é verdade que daqui a cinco ou seis anos
Efraim será destruída, deixará de ser povo.
Se não o acreditardes, não subsistireis.»

 

Aleluia aleluia, aleluia

Eu vos dou um mandamento novo:
amai-vos uns aos outros!

Aleluia aleluia, aleluia

O pequeno reino de Judá corre o risco de, em breve, entrar em guerra. O Senhor, através do profeta, quer salvar Israel da destruição. Isaías é enviado ao rei Acaz juntamente com o seu filho, cujo nome, Sear Jasub, significa "um resto voltará". Nele, o rei deve ver o sinal de uma esperança para o povo de Judá. O profeta diz ao rei: "Toma as tuas precauções, mas conserva a calma; não tenhas medo nem vacile o teu coração". É a exortação para não ter medo do perigo que se está a aproximar. Mas a tranquilidade do crente tem sentido unicamente se se fundamenta na certeza da fé em Deus que não abandona o Seu povo. Mais adiante, Isaías dirá: "Na conversão e na calma está a vossa salvação, e a vossa força consiste em confiar e ficar tranquilos" (30, 15). O apelo à fé é central em toda a história bíblica, tal como neste trecho do profeta. Aquele que está habituado a confiar apenas em si mesmo e nas próprias forças não conhece a força da fé. A fé em Deus é o contrário do medo que, por sua vez, é consequência do orgulho arrogante. Não serão nem as alianças humanas nem a frenética procura de seguranças que poderão proteger e assegurar um futuro de paz. Os homens e as mulheres de fé podem ser construtores de paz e de segurança se se entregarem a Deus e à Sua Palavra. Não só serão libertados do medo, como também poderão resistir ao mal e vencê-lo. Nunca nos deveremos esquecer da afirmação que fecha esta página: "Mas, se não acreditardes, não vos mantereis firmes".